21/05/2018 às 13h40min - Atualizada em 21/05/2018 às 13h40min

SINDSJUS-PI convoca servidores para acompanharem apreciação do veto na ALEPI

Veto do Governador ao Projeto de lei que prevê o reajuste salarial dos servidores do judiciário deve ser analisado amanhã (22) pelos deputados da Comissão de Constituição e Justiça

SINDSJUS - PI

O veto do governador Wellington Dias (PT) ao Projeto de Lei Ordinária nº 3/2018, que trata do reajuste salarial dos servidores do Poder Judiciário Estadual do Piauí, deve ser apreciado nesta terça-feira (22) pela Comissão de Constituição de Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa. A confirmação foi feita ao presidente do SINDSJUS no final da manhã desta segunda-feira (21) pelo próprio presidente da comissão, deputado João Mádson (MDB). O Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário do Estado do Piauí (SINDSJUS-PI) convoca  a todos os servidores para acompanharem a reunião e fortalecerem a luta para que os deputados derrubem o veto ao projeto.

A reunião está prevista para acontecer às 9h30min, na sala da CCJ, mas os servidores deverão comparecer meia hora antes. O relator do projeto é o deputado João Mádson (MDB). O presidente do SINDSJUS-PI lembra que o veto do governador ao projeto tem legalidade e constitucionalidade duvidosas.

Na semana passada, os parlamentares se comprometeram a derrubar o veto do governador. O compromisso ocorreu durante um encontro promovido pelo presidente do Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI), desembargador Erivan Lopes, no gabinete do presidente da ALEPI, deputado Themístocles Filho. Além dos gestores do Legislativo e do Judiciário, participaram do encontro parlamentares de vários partidos e diretores do SINDSJUS-PI.

“É importante que o maior número possível de servidores compareça a essa reunião na CCJ para fortalecer a luta pela derrubada do veto. O reajuste salarial é um direito da categoria e o SINDSJUS-PI não irá medir esforços para garanti-lo”, explica o presidente do sindicato, Carlos Eugênio de Sousa.

Nova assembleia

Carlos Eugênio de Sousa lembra ainda que - conforme decidido à unanimidade, durante assembleia extraordinária realizada pelo SINDSJUS-PI na semana passada -  os servidores continuam em estado de greve.

Nesta quinta-feira (24) deve acontecer uma nova rodada de discussão dos servidores, desta vez, em frente à sede do TJ-PI. O objetivo será avaliar o resultado da análise do veto pelos deputados e, se a restrição for mantida, deflagrar greve por tempo indeterminado. A nova assembleia do SINDSJUS-PI acontecerá em frente à sede do TJ-PI, com primeira convocação prevista para 8h30 e segunda chamada às 9h.

Notícias Relacionadas »
Comentários »