15/09/2017 às 00h19min - Atualizada em 15/09/2017 às 00h19min

Des. Erivan anuncia o pagamento do restante do passivo oriundo da diferença da progressão dos servidores

SINDSJUS - PI

O presidente do Tribunal de Justiça do Piauí, desembargador Erivan Lopes, durante sua fala na solenidade de reinauguração da sede administrativa do SINDSJUS-PI, ocorrida nessa segunda-feira, 11, anunciou a todos os presentes o que já havia afirmado na semana anterior ao presidente do SINDSJUS, Carlos Eugênio de Sousa, por telefone, de que ainda neste mês de setembro pagará o total da dívida que resta de passivos trabalhistas oriundos de erro na progressão dos servidores (hipocorísticos pauzinhos). “Vamos pagar, ainda neste mês de setembro, provavelmente na próxima semana,  cerca de R$ 6,2 milhões em dívidas, oriundas da diferença da progressão dos servidores, corrigindo um déficit que já se arrastava há algum tempo e que certamente tem um peso muito maior no orçamento do servidor que dos magistrados”, observou o chefe do Judiciário Estadual, desembargador Erivan Lopes.
 
O anúncio feito pelo Des. Erivan deixou bastante contente o presidentes do SINDSJUS, Carlos Eugênio de Sousa, do SINDOJUS, Mary Janne Nery Machado, demais diretores das duas entidades sindicais e todos os servidores presentes ao evento. 

Notícias Relacionadas »
Comentários »