16/01/2019 às 15h58min - Atualizada em 16/01/2019 às 15h58min

Sindicatos e TJ-PI iniciam as negociações sobre a concessão de reajuste salarial e o atendimento aos demais pleitos dos servidores para 2019

SINDSJUS/PI
 Logo no retorno das atividades do Judiciário piauiense neste ano de 2019, o Sindsjus-PI, dando continuidade à Campanha de Reajuste Salarial e  pelos demais pleitos dos Servidores do Judiciário piauiense para este ano de 2019,  protocolou   requerimento administrativo dirigido ao Presidente do TJ-PI, Des. Sebastião Ribeiro Martins, através  do qual a entidade sindical reapresentou a Sua Excelência Presidente a Pauta de Reivindicações da categoria para este ano de 2019 e requereu a adoção das medidas necessárias para  a concessão do  reajuste do subsídio, das verbas indenizatórias, dos  auxílios e o atendimento dos demais pleitos da categoria constante na citada pauta de reivindicações (Processo SEI nº 19.0.000001003-3).

Ainda no citado requerimento foi dito que o Sindsjus-PI se colocava à disposição da Administração do TJ-PI para discussão e negociação em relação ao atendimento dos pleitos dos servidores constantes na mencionada pauta de reivindicações.

De mais a mais, o presidente do Sindsjus-PI, Carlos Eugênio de Sousa,  procurou a Presidência do TJ-PI e agendou uma reunião com Sua Excelência Presidente para tratar da referida pauta.

Na segunda-feira, 14, o Des. Sebastião Ribeiro Martins ligou para o presidente do Sindsjus-PI e o convidou para  comparecer  ao seu gabinete. Lá estando, Sua Excelência Presidente do TJ-PI afirmou ao sindicalista “que já havia tomado conhecimento da pauta de reivindicações da categoria e que iria designar,  naquele mesmo dia, uma comissão formada pelo Dr. João Gabriel, Juiz Auxiliar da Presidência, pelo Diretor Geral do TJ-PI, Dr. José Wilson   e pelo Secretário da SOF, Dr. Roosevelt Figueiredo para, em nome da Presidência, discutir e negociar com o sindicato o reajuste salarial e os demais pleitos do servidores  constantes na dita pauta”.

Assim, naquele mesmo dia o presidente do sindicato foi informado pela Presidência do TJPI de que a aludida comissão havia sido formada e que a primeira reunião aconteceria no dia seguinte, terça-feira, às 9h.

Nesta terça-feira, 15, na hora aprazada, o presidente e o diretor financeiro do  Sindsjus-PI, Carlos Eugênio e Manoel Alves, respectivamente, o líder sindical Maércio Maia, a presidente do Sindojus/PI, Mary Jane, e o assessor jurídico do Sindsjus-PI, Dr. Diogo Josennis, se reuniram com os membros da comissão formada pelo Presidente do TJ-PI com o escopo de discutir e negociar com os sindicatos o reajuste salarial e demais pleitos da categoria constantes na pauta de reivindicações (da categoria) para este ano de 2019.

Na reunião, o presidente da comissão, Dr. João Gabriel Furtado Baptista, e os demais membros, após traçarem um cenário de crise financeira para este ano de 2019, auguiram que o TJ-PI não tem condições financeiras de conceder o aumento no reajuste do subsídio, auxílios e demais verbas indenizatórias dos servidores nos índices pretendidos pela categoria e pelos sindicatos, bem como não seria possível atender todos os pleitos constantes na pauta de reivindicações. Mencionaram, ainda,  que quanto aos reajustes nas verbas indenizatórias e nos auxílios, estes seriam submetidos ao crivo do CNJ.

Ainda, a comissão sugeriu aos sindicatos que, “diante da dificuldade financeira pela qual passa o TJ-PI, os mesmos deveriam apresentar uma nova proposta, amoldando os percentuais de reajuste no subsídio, verbas indenizatórias e auxílios, de modo a adequar tais aumentos à realidade financeira do TJPI, e que elegessem os pleitos mais importantes da categoria para este ano de 2019”.

Ad argumentandum tantum, os representantes dos servidores pontuaram que, neste caso, seria melhor a Administração apresentar uma contraproposta à proposta de reajuste salarial e aos demais pleitos dos servidores constantes na referida pauta de reivindicações da categoria.

Alfim, restou acordado que a Administração do TJ-PI apresentaria uma contraposta à proposta de reajuste salarial e demais pleitos dos servidores  constantes na pauta de reivindicações da categoria para este ano de 2019, na próxima reunião,  a qual ficou agendada para sexta-feira,18.

Notícias Relacionadas »
Comentários »