17/09/2018 às 07h37min - Atualizada em 17/09/2018 às 07h37min

Sindsjus-PI pleiteia a flexibilização do horário para computação do banco de horas dos servidores

SINDSJUS/PI
 
O Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário do Estado do Piauí (Sindsjus-PI), na quinta e na sexta-feira últimas (13 e 14), na forma deliberada pela plenária  realizada no 11.08.2018,  protocolou requerimentos administrativos dirigidos aos Desembargadores Erivan Lopes, presidente do TJ-PI, e Ricardo Gentil Eulálio Dantas, Corregedor-Geral da Justiça (Processos nº 18.0.000042770-1 e 18.0000.42985-2),  no bojo dos quais requereu a Suas  Excelências que se dignassem  a adotarem as medidas necessárias no sentido de  alterar a Resolução nº 59, de 27 de março de 2017, para:

que os servidores possam acumular horas e minutos, para seus respectivos bancos de horas, tanto após o encerramento da jornada de trabalho regular quanto antes do seu início;

que as horas e os minutos para efeitos de banco de horas possam ser computados assim que a jornada regular de trabalho se encerrar, sem que haja qualquer tipo de carência.
 
Ademais, os pedidos foram reiterados pessoalmente pelo presidente do Sindsjus-Pi, Carlos Eugênio de Sousa, durante reunião que o mesmo teve na semana passada com o Des. Erivan Lopes e com o Des. Ricardo Gentil.

Notícias Relacionadas »
Comentários »