06/09/2018 às 05h25min - Atualizada em 06/09/2018 às 05h25min

Justiça em número 2018: CNJ comprova aumento da produtividade dos servidores do Judiciário piauiense

aumento da produtividade dos servidores foi de 42%

SINDSJUS/PI
 No último dia 27 de agosto o Conselho Nacional de Justiça - CNJ divulgou o anuário Justiça em números 2018, o qual é divulgado anualmente com o intuito de tornar público os números do Poder Judiciário no Brasil e também serve de instrumento de conhecimento de dados essenciais para a definição de políticas públicas do Judiciário

De acordo com os números divulgados pelo CNJ, o índice de produtividade dos servidores em todo o Brasil, índice este que é calculado pela relação entre o volume de casos baixados e os números de servidores que atuaram durante o ano na jurisdição, variou positivamente, no ano de 2017, em 7,1%, sendo que no caso dos servidores da Justiça Estadual, a qual, logicamente é o maior parâmetro para os servidores do Judiciário piauiense, essa variação positiva foi de 6,1%.
 
No que diz respeito à carga de trabalho, também no ano de 2017, a qual indica o número de procedimentos pendentes e resolvidos no ano, incluindo não somente os processos principais, como também os recursos internos e incidentes em execução julgados e em trâmite, tal índice, em todo o país, teve um aumento na ordem de 3,7%.
 
No Poder Judiciário do Estado do Piauí, os mencionados índices também tiveram uma variação positiva, sendo que o índice de produtividade dos servidores do Judiciário piauiense no ano de 2017 foi de 105 processos baixados por servidor, em média, o que, se comparado com o ano de 2016, cuja produtividade foi de 74 processos baixados por servidores, representa um aumento na ordem de 42%
 
Os números divulgados pelo CNJ demonstram a evolução do Judiciário piauiense em relação a sua produtividade, especialmente dos servidores, os quais, mesmo diante das dificuldades enfrentados no dia a dia de trabalho, como, por exemplo, queda constante de internet, falhas nos sistemas utilizados pela categoria -  apesar dos esforços e dos investimentos realizados pelo TJPI – e o déficit de servidores,  conseguiram aumentar consideravelmente a produtividade, fato este que também reforça a demonstração de comprometimento dos servidores com seus deveres funcionais, com o jurisdicionado e com a sociedade piauiense.
 
“O Sindsjus-Pi parabeniza todos os servidores do Poder Judiciário do Estado do Piauí pelo empenho, comprometimento e consciência funcional comprovadamente demonstrados pela análise dos dados da Justiça em números, os quais foram determinantes para a elevação da produtividade do Judiciário piauiense”, pontuou Carlos Eugênio de Sousa, presidente do Sindsjus-PI.

Notícias Relacionadas »
Comentários »